quarta-feira, 31 de agosto de 2011

9º Corrida Troféu Duque de Caxias

Na manhã de domingo (21/08/2011),  cinco mil atletas participaram da prova "Duque de Caxias", organizada pela Corpore, no parque Ibirapuera, em duas distâncias: 3,1Km e 10 Km.
O clima frio e chuvoso foi excelente para eu conseguir o pódio e "quebrar" o meu recorde pessoal na distância de 10Km.


Classificação
Feminino:                                                                                                                       
Silmara Izidoro Modesto -Corredores da Cuesta Botucatu
40:03.95(líquido) 40:05.00(Bruto)

  





Daniela Barcelos de Souza- Ativo/Race
40:03.55(líquido) 40:07.26(Bruto)



    





  Maria Margarida Gomes- Amigos da Bosque Maia
40:33.55(líquido) 40:34.35(Bruto)



    





4º  Jessica Messias Levadinha- Wizard
41:29.47(líquido) 41:31.64(Bruto)



    





 5º Adriana Vieira de Lima-Find Yourself
43:28.78(líquido) 43:32.91(Bruto)











Masculino:                                                                                                                                
Sivaldo Santos Viana- Corre Coristhians/M Calçados
31:28.02(líquido) 31:29.04(Bruto)










Naval Freitas- Corre Corinthians/M Calçados
31:33.88(líquido) 31:34.22(Bruto)










Marildo José Barduco-Corre Corinthians/ M Calçados
31:43.63(líquido) 31:45.55(Bruto) 
Benedito Donizete Gomes- Corre Corinthians/M Calçados







31:57.13(líquido) 31:58.43(Bruto)









Gilson Rodrigues de Miranda- Rampas Chopp&Show









32:06.01(líquido)32:08.75(Bruto)


Veja Vídeos:




Fotos









 Maria Margarida e eu
Eu correndo que nem uma maluca para a chegada!





















Parabéns!!!

































                         




domingo, 28 de agosto de 2011

50 Maratonas em 50 dias " Segredos que aprendi correndo"


Para você que busca uma inspiração a mais na corrida este livro é uma ótima escolha.
Ousadia e perseverança, estas são as palavras de ordem para Dean Karnazes, um dos corredores mais famosos do mundo.
Este norte-americano, descendente de grego tem uma longa jornada de quilômetros que muitos vivendo cem vidas não conseguirão alcançar.
Dean é daqueles caras que quanto mais melhor, não tem medo de cansaço, dor, bolhas, calos, sol, chuva, tempestade, neve... qualquer outro fator que para alguns poderiam ser motivo de desculpa para desistir.
Agora, pegue o Dean é suas correrias e junte como o também corredor, técnico, jornalista e autor Matt Fitzgerald. A fusão é um livro com narrativa fascinante e emocionante contando como Karnazes correu "50 maratonas em 50 dias".
Na obra, ele sai para uma aventura que percorre a distância de 42.195 metros todos os dias em um estado americano diferente.
Karnazes também cita dicas e sugestões deste treinamento até preparo psicológico que todo atleta necessita.
É um ótimo livro de cabeceira!

Livro: 50 maratonas em 50 dias: Segredos que aprendi correndo.
Autor: Matt Fitzgerald
Editora: Leblon
Páginas: 269
Tema: Aventura

Maratonando: Desafios e descobertas nos cinco continentes



Quando se fala de corrida logo vêm àqueles arquivos enormes e planilhas de treinadores, preparadores físicos, personais, médicos, nutricionista e outros que falam, falam e falam tudo na teoria, que chega a ser cansativo e nada cativante.
Que tal você ler algo que realmente mostra na pratica, a vida, a rotina, o desafio e o real prazer da corrida.
"Maratonando" é o que você precisa.
De uma maneira fácil e dinâmica (e como), o maratonista Rodolfo Lucena conta a sua trajetória no esporte.
Logo no inicio do livro Lucena escreve: "A corrida é um esporte individual, mas está longe de ser solitário: muita gente participa da vida de um corredor".
Podem perguntar para qualquer corredor (ou atleta de outras modalidades esportivas), para saber como é importante e fundamental ter uma ou mais pessoas oferecendo apoio e carinho a sua trajetória esportiva. Não viemos sozinhos, precisamos de mais duas pessoas que chamamos de pai e mãe. No esporte fica difícil evoluir sem um guia, - eu comecei tendo um paitrocínio. Já Rodolfo agradece a sua esposa que sempre o acompanha nas suas empreitadas.
Lucena traz em Maratonando uma leitura agradável e simples sendo uma ótima fonte de inspiração para todos, de uma pessoa que luta e batalha para dominar e ganhar do seu principal adversário: ele próprio.
Porém se você quer se inspirar num atleta de elite e com grandes recordes e marcas mundiais, este livro não é o mais indicado.

" Você pode ser um guerreiro, mesmo no povão".

Livro: Maratonando Desafios e descobertas nos cincos continentes
Autor: Rodolfo Lucena

Correr: Um pouco da história de Emil Zatopek

Correr", do escritor francês Jean Echenoz, conta a história de um homem que se transformou em uma lenda no atletismo mundial: Emil Jatopek.
A "locomotiva humana," como também é conhecido graças ao seu jeito único e nada elegante de correr, nasceu em 19/09/1922 na Republica Tcheca.
Criativo e autodidata O seu principal diferencial sempre foi suas técnicas de treinamento nada convencionais para a época, com intervalados e uma carga de quilômetros diários muito elevados, coisa que nenhum outro era "maluco" de fazer.
Vencedor de várias provas em elas a São Silvestre de 1953 no Brasil. Mas uma das suas principais façanhas foi em 1952, nas Olimpíadas em Helsinque na Finlândia, terra de grandes corredores fundistas como Paavo Nurmi, que Emil consegui três ouros: 10.000 m em 29:1760, 5.000 em 14:06.6 e a maratona em 2:23.04.
A locomotiva também bateu 20 recordes mundiais em distâncias variando de 5.000m a 30.000m.
Emil casou com uma lançadora de dardos Dana Zátopková, que nasceu no mesmo dia, mês e ano que ele e também foi campeã olímpica. Na tradição deles não se permitia o casamento se a mulher fosse mais velha que o homem, mas Zatopek veio a provar que Dana era mais nova que ele algumas horas, e então puderam se casar sem choque contra a cultura de ambos.
Zapotek parou de correr em 1958, ganhando sua ultima prova na Espanha.
Morreu em 21/11/2000 em Praga de virose agravada por derrame cerebral e complicações respiratórias.

As conquistas da Locomotiva:
- 4 ouros e uma prata olímpicos
- Ouro nos 10 mil e prata nos 5.000 m, em Londres-1948
- Ouro nos 5.000, 10 mil e na maratona, em Helsinque-1952
- 38 vitórias consecutivas dos 10 mil metros,entre 1948 e 1954
- 11 vitórias nos 10 mil só em 1949
- 18 recordes mundiais em provas de 5.000 a 30 mil metros
- Primeiro homem a correr 10 mil abaixo dos 29 minutos
- Primeiro homem a correr 20 mil abaixo de uma hora

Frases de Emil Zapotek
"Assim como nas corridas, as maiores batalhas da vida são travadas na solidão. E na vida, assim como nas corridas, o mais importante é o ato de participar, ainda que a ilusão da vitória nos dê forças para continuar lutando".

"Todo mundo dizia: você é um tolo. Mas quando ganhei meu primeiro campeonato europeu, eles disseram: Emil é um gênio".

Vale a pena conhecer a história desse gigante no esporte.

Livro: Correr
Autor: Jean Echenoz
Editora: Alfaguara
Páginas: 124
Tema: Romance



"Emil Zatopeck foi um atleta solitário que acreditou no seu potencial. Autodidata, ele não aceitou os métodos impostos pelos treinadores da época que teimavam em lógicas concretas e antigas de preparo físico. Então ele mesmo criou o seu método, fez questão de ser diferente, de correr diferente, de pensar diferente. Fez do esporte uma arte, a arte de correr com tiques, trejeitos, caras e bocas, inventou essa coisa ainda não tentada por nenhum esportista da época, a da se mostrar moribundo nas pistas para ressuscitar na glória de chegadas fulminantes. Ele estava adiante do seu tempo, fez carreira e fez fama, e soube absorver como nenhum outro as emboscadas do destino. Inovação, revolução, criação de novos horizontes, a manutenção da luta renhida nos caminhos da vitória, essa são as lições que Emil deixou para o mundo do esporte. Se queremos progredir na carreira, penso eu, teremos que criar o nosso próprio espaço e o nosso próprio método. "
Álvaro Levadinha

Olá amigos.

Olá pessoal. Meu nome é Jéssica Levadinha, tenho 20 anos, 8 de corrida de rua e mais de 80 provas. Me apaixonei pelo esporte depois de assitir diversas mulheres vitoriosas correndo. Entre elas: Marcia Narloch, Marizete Moreira, Maria Zeferina Baldaia e outras. Meu treinador é Alvaro Levadinha, (Alvinho). Pai, cozinheiro, psicólogo, coach, que se classifica como "treinador de mentes". Com uma carga esportiva longa, ele competiu por muitos anos pelo Esportivo da Penha na modalidade marcha atlética e depois corrida de rua.
Aqui falarei um pouco da minha experiência como atleta, competições, treinos, nutrição e muito mais. Espero contar com a colaboração de todos, narrando suas aventuras no esporte, também. Vamos que vamos em busca de melhor performance e do sprint negativo.